Notícias   |   México

Jornalista está desaparecido desde sábado no México

Nova York, 11 de julho de 2006 – O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) está preocupado com o paradeiro do jornalista mexicano Rafael Ortiz Martinez, que está desaparecido desde a manhã de sábado. O CPJ está investigando se existe relação entre o desaparecimento e o trabalho jornalístico de Ortiz.

Ortiz, repórter do diário Zócalo, de Monclava, e apresentador do noticiário matutino “Radio Zócalo”, na estação local XHCCG, foi visto pela última vez quando saía do jornal por volta de uma e meia da manhã, disse ao CPJ o diretor editorial, Sergio Cisneros. Cisneros afirmou que Ortiz estava editando o material para o noticiário de sábado.

O jornalista não estava em casa quando um veículo do Zócalo chegou para buscá-lo às 6 da manhã, informou o porta-voz da Procuradoria estadual de Justiça de Coahuila. Cisneros disse ao CPJ que, desde então, ninguém viu Ortiz.

Segundo Cisneros, Ortiz noticiou recentemente a preponderância da prostituição clandestina em Monclava, infecções por HIV, e como as famílias são infectadas. O pai do jornalista, Rafael Ortiz del Toro, denunciou o desaparecimento à Procuradoria de Justiça de Coahuila na segunda-feira. A Procuradoria iniciou uma investigação focada em seu trabalho jornalístico, informou o porta-voz.

“Estamos preocupados com o paradeiro de nosso colega Rafael Ortiz”, disse o Diretor-executivo do CPJ, Joel Simon. “Instamos as autoridades mexicanas a conduzir uma investigação imediata e exaustiva, a localizar Ortiz e trazê-lo para um local seguro”.

Publicado

Gostou deste artigo? Apóie nosso trabalho