Argentina

2012

Notícias   |   Argentina

Na Argentina, dois jornalistas do interior atacados em uma semana

Nova York, 21 de agosto de 2012 - Autoridades argentinas devem investigar imediatamente os violentos ataques contra dois jornalistas que trabalham no interior e garantir que os responsáveis sejam levados à justiça, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Os ataques, que não estão relacionados, ocorreram no período de uma semana.

agosto 21, 2012 12:02 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Argentina

Homem armado não identificado ameaça jornalista argentino

Nova York, 30 de maio de 2012 - As autoridades argentinas devem investigar imediatamente as ameaças feitas contra um jornalista que trabalha em uma rádio local e garantir que os responsáveis sejam levados à justiça, disse hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

maio 30, 2012 5:13 PM ET

Também disponível em
English, Español

Ataques contra a imprensa   |   Argentina

Ataque à Imprensa em 2011: Argentina

A Suprema Corte de Justiça decidiu, em março, que o governo deve buscar alcançar um equilíbrio razoável na distribuição de publicidade estatal. Julgando um caso apresentado em 2006 pela Editorial Perfil, a maior empresa editora de revistas do país, o tribunal procurou deter a antiga prática de recompensar os veículos afinados com o governo com publicidade estatal e punir a imprensa crítica com a não veiculação de anúncios. No entanto, a Perfil e outros veículos críticos alegaram que a presidente Cristina Fernández de Kirchner, reeleita em outubro, continuou utilizando o sistema de distribuição não equitativa. As relações entre o governo Kirchner e o Grupo Clarín, maior conglomerado midiático do país, se agravaram em março, depois que manifestantes, incluindo membros do sindicado dos caminhoneiros, bloquearam as saídas de caminhões da gráfica do jornal Clarín, impedindo a distribuição de uma edição dominical do jornal. A circulação do jornal nacional La Nación também foi interrompida por várias horas. Em dezembro, Kirchner assinou uma medida que obrigava o único fabricante de papel jornal do país, o Papel Prensa, a submeter-se à regulamentação do governo. Segundo grupos de editores, esse foi mais um ataque contra o Clarín e o La Nación, que possuem uma participação majoritária na empresa. O grupo de imprensa local Fórum de Jornalismo Argentino (FOPEA, por suas iniciais em espanhol) documentou uma série de abusos no interior do país, incluindo um ataque a um radialista, um caso de incêndio criminoso e um episódio no qual uma equipe de cinegrafistas foi alvo de tiros. Em outubro, um tribunal federal condenou 16 ex-militares a penas que variam entre 18 anos e prisão perpétua pelo assassinato do jornalista Rodolfo Walsh e de 85 outras pessoas durante a ditadura militar argentina, de 1976 a 1983.

fevereiro 21, 2012 4:55 AM ET
« 2011 | 2013 »