Go »
  Go »

Colombia

2010



Notitarde/Jacinto Oliveros

Nova York, 23 de agosto de 2010 - O suposto autor intelectual do assassinato do jornalista venezuelano Orel Sambrano, ocorrido em 2009, foi preso na quina-feira na Colômbia e agora enfrenta possível extradição para a Venezuela, segundo informações da imprensa local e internacional.

Nova York, 12 de agosto de 2010--Um carro-bomba explodiu esta manhã em frente ao edifício da Caracol Radio em Bogotá, provocando ferimentos em ao menos nove pessoas e causando sérios danos materiais, segundo as informações da imprensa. O presidente Juan Manuel Santos, que tomou posse no sábado, descreveu a explosão como "um ato terrorista", indicando que visava gerar medo na população. O procurador Guillermo Mendoza disse que o ataque foi direcionado contra a emissora, durante uma entrevista para a Caracol.  "Este é um ato de intimidação contra os meios de comunicação", afirmou Mendoza sem fornecer detalhes.


Nova York, 20 de junho de 2010 – Um ex-subdiretor da agência nacional de inteligência colombiana teve ordem de prisão decretada como mentor intelectual do assassinato, em 1999, do jornalista Jaime Garzón. José Miguel Narváez está atualmente detido aguardando julgamento por outro caso.

Nova York, 24 de maio de 2010 – Dois meses depois do assassinato do jornalista colombiano Clodomiro Castilla Ospino, a investigação judicial está paralisada e a filha da vítima se viu obrigada a deixar sua cidade natal, Montería, depois de ser perseguida. O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) exortou hoje as autoridades a concluir uma investigação completa sobre o homicídio de Castilla, proporcionar proteção para a sua família e levar os responsáveis pelo crime à justiça.

Nova York, 22 de março de 2010—Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) exorta as autoridades colombianas a investigarem em profundidade a morte do jornalista Claudomiro Castilla Ospina, que na sexta-feira foi assassinado por um agressor desconhecido na cidade de Montería, no norte do país, segundo as informações da imprensa local.

Bogotá, 17 de fevereiro de 2010 – O presidente colombiano Álvaro Uribe Vélez afirmou nesta terça-feira que os funcionários que ilegalmente espionaram a imprensa são “inimigos do seu governo”, durante uma reunião com uma delegação composta pelo Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) e a Fundação para a Liberdade de Imprensa (FLIP, por sua sigla em espanhol).

« precedente: 2009 | seguida: 2011 »

  Go »

Tamanho do texto
A   A   A
CONTATO

Américas

Coordenador sênior do Programa:
Carlos Lauría

Pesquisador Associado:
Sara Rafsky

clauria@cpj.org
SRafsky@cpj.org

Tel: 212-465-1004
Ramais 120, 146
Fax: 212-465-9568

330 7ª Avenida, 11 º andar
Nova York, NY, 10001 Estados Unidos

Categorias recentes