Cuba

Relatórios   |   Cuba, México

China é a pior carcereira da imprensa do mundo; total mundial é o segundo pior já registrado

Mais de 200 jornalistas estão presos por conta de seu trabalho pelo terceiro ano consecutivo, refletindo um aumento do autoritarismo no mundo todo. A China é a pior carcereira de jornalistas do mundo em 2014. Um relatório especial do CPJ por Shazdeh Omari

Um manifestante egípcio pede a libertação do fotógrafo freelance Mahmoud Abou Zeid, também conhecido como Shawkan, que está preso desde agosto de 2013.(AP/Amr Nabil)

dezembro 17, 2014 12:01 AM ET

Também disponível em
English, Türkçe, Español, Français, Русский, العربية

Notícias   |   Cuba

CPJ condena prisão de jornalista cidadã cubana

Nova York, 22 de abril de 2014 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) condena o encarceramento de Juliet Michelena Díaz, membro de uma rede de jornalistas cidadãos e insta as autoridades cubanas a libertá-la imediatamente. Michelena foi detida em 7 de abril, dias depois de fotografar uma operação policial em Havana, segundo informações da imprensa e ativistas locais de direitos humanos.

abril 22, 2014 2:15 PM ET

Também disponível em
English, Español

Ataques contra a imprensa   |   Cuba

Ataque à Imprensa em 2013: Cuba

Para complementar as graduais reformas econômicas e políticas, Cuba fez uma pequena, mas principalmente simbólica, abertura no panorama de liberdade de imprensa em 2013, e o impacto para a mídia independente foi mínimo. Uma exceção foi a legislação facilitando regras de visto de saída que foi aprovada em 2012, mas implementada em 2013. A lei permitiu a blogueiros críticos e dissidentes políticos viajarem ao exterior pela primeira vez em décadas. Enquanto no exterior, a proeminente blogueira de oposição Yoani Sánchez anunciou planos para lançar uma publicação de notícias de base ampla após seu retorno a Cuba. Em janeiro, analistas internacionais detectaram atividade no muito aguardado projeto de cabo de fibra óptica, que é financiado pela Venezuela, mas a Internet de alta velocidade ainda não estava disponível para a maioria dos cubanos. No final do ano, o governo anunciou a abertura de 100 centros públicos de acesso à Internet, mas o conteúdo foi filtrado e a taxa horária é proibitivamente cara para a maioria dos cidadãos. Um jornalista foi libertado depois de passar sete meses de prisão por causa do sua reportagem. Embora nenhum jornalista tenha sido preso desde 1º de dezembro, o governo continuou a prática de detenções de curto prazo. Raúl Castro disse que iria renunciar à presidência em 2018, fixando uma data para o início de uma Cuba pós-Castro.

fevereiro 12, 2014 1:11 AM ET

Ataques contra a imprensa   |   Cuba

Ataque à Imprensa em 2012: Cuba

Embora Cuba exiba a imagem de um país em processo de abertura política e econômica, ainda não adotou medidas concretas para promover a liberdade de expressão. As autoridades anunciaram planos para eliminar as regulamentações sobre vistos de saída do país, que há muito restringem as viagens de cubanos, mas alguns céticos duvidam do compromisso do governo com essa reforma. Uma pesquisa do CPJ mostra que a conhecida blogueira Yoani Sánchez teve o visto de saída do país negado ao menos 19 vezes. A Venezuela, que financiou um projeto cubano muito divulgado de cabos de fibra óptica, disse que a instalação estava concluída, mas Havana não informou até agora quando a tecnologia começará a ser usada. A difusão da internet no país continuava baixa, com conexões públicas lentas e caras. Cuba estava em nono lugar na pesquisa global do CPJ de países com os mais altos índices de censura, e as autoridades continuavam a reprimir a dissidência. Depois de um ano de ausência, Cuba voltou a figurar na lista de países com jornalistas encarcerados.  Um jornalista independente estava preso, quando o CPJ realizou seu levantamento mundial anual. Apesar de um número menor de detenções prolongadas de jornalistas nos últimos anos, organizações de direitos humanos e reportagens  documentaram detenções de curto prazo e perseguições durante eventos que receberam grande cobertura, como a visita do Papa Benedito XVI em março. As autoridades detiveram Sánchez e outros dois blogueiros quando estavam a caminho de cobrir um julgamento relacionado com a morte em um acidente de carro, em julho, do conhecido dissidente Oswaldo Payá. A jornalista e advogada Yaremis Flores foi detida por dois dias após informar sobre críticas feitas ao governo por sua resposta ao furacão Sandy em artigos publicados no site Cubanet, sediado em Miami. Dois anos após a libertação dos detidos na Primavera Negra, muitos dos jornalistas enfrentam sérias dificuldades econômicas no exílio. Um deles, Alberto Santiago Du Bouchet Hernández, cometeu suicídio em abril.

fevereiro 14, 2013 12:03 AM ET

Notícias   |   Cuba

Detenção de jornalista cubana gera protestos

Nova York, 9 de novembro de 2012 - As autoridades cubanas acusaram, na quarta-feira, a jornalista Yaremis Flores de crimes contra o Estado relacionados com seus artigos críticos ao governo. Sua prisão gerou duas ondas de protestos e detenções em frente a uma delegacia de polícia em Havana. O  Comitê para a Proteção dos Jornalistas insta as autoridades a retirar prontamente as acusações contra Flores.

novembro 9, 2012 9:30 PM ET

Também disponível em
English, Español

Ataques contra a imprensa   |   Cuba, Equador, Nicarágua, Venezuela

Ataque à Imprensa em 2011: Ignorando o interesse público, mídia estatal privilegia fins políticos

Em alguns países latino-americanos, meios de comunicação estatais são usados não apenas para propaganda, mas como plataformas para desacreditar críticos, incluindo jornalistas. Governos investiram na construção de redes multimídia para promover suas agendas. Por Carlos Lauría.

fevereiro 21, 2012 4:58 AM ET

Ataques contra a imprensa   |   Cuba

Ataque à Imprensa em 2011: Cuba

A repressão oficial em Cuba continuou sendo a mais intensa do hemisfério. Apesar de o último dos 29 jornalistas independentes aprisionados em 2003 durante a onda repressiva conhecida como Primavera Negra ter sido solto em abril, as práticas restritivas do governo continuam vigentes. A censura oficial é amparada pela lei e rigorosamente imposta. O governo persegue jornalistas críticos com prisões arbitrárias, detenções de curto prazo, espancamentos, campanhas de descrédito, vigilância e sanções sociais. Apesar da baixa difusão da Internet na ilha, a batalha pela liberdade de expressão continua sendo travada quase que inteiramente online. O governo recrutou uma legião de blogueiros oficiais para contra-atacar a vibrante blogosfera independente. Um projeto de cabo de fibra ótica possibilitará a introdução de Internet de alta velocidade. O lançamento do serviço de banda larga, que enfrentou atrasos em 2011, aperfeiçoará as conexões de Internet aprovadas pelo governo, mas não se estenderá à conectividade do público em geral.

fevereiro 21, 2012 4:55 AM ET

Notícias   |   Cuba

Cuba retira a credencial de veterano correspondente

Nova York, 07 de setembro de 2011 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas criticou a decisão do governo cubano de não renovar a credencial de imprensa mantida há 20 anos pelo veterano correspondente do jornal espanhol El País e da rede de rádio Cadena SER. Mauricio Vicent, cujo acesso a eventos oficiais foi restringido pelo governo no ano passado, está agora proibido de publicar reportagens desde Cuba, de acordo com o El País.

setembro 7, 2011 7:29 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Cuba

Cuba: Jornalistas de sites de notícias enfrentam prisão e intimidação durante Congresso do Partido Comunista

Nova York, 20 de abril de 2011 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) está alarmado com a série de prisões recentes de jornalistas do Centro de Información Hablemos Press, de Havana, que impediu o meio de comunicação de informar sobre o Congresso do Partido Comunista realizado esta semana na capital cubana. O CPJ instou o governo cubano a frear a constante perseguição a jornalistas independentes e a permitir que cumpram livremente seu trabalho informativo.

abril 20, 2011 6:53 PM ET
Leia mais sobre Cuba »

Mídias sociais

Ver tudo »