Equador

2012

Notícias   |   Equador

Revista é multada por coluna opinativa no Equador

Bogotá, 4 de outubro de 2012 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) condena a exorbitante multa imposta a uma revista de notícias de Quito por uma coluna de opinião sobre um referendo popular e insta as autoridades equatorianas a garantir que as normas eleitorais não sejam utilizadas para punir os meios de comunicação por informar criticamente.

outubro 4, 2012 6:20 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Equador

Jornalista equatoriana ameaçada abandona temporariamente programa de notícias

Imagem de um vídeo no YouTube no qual Janet Hinostroza descreve um telefonema ameaçador que recebeu. (YouTube)

Nova York, 20 de setembro de 2012 - As autoridades equatorianas devem investigar imediatamente a intimidação contra a jornalista Janet Hinostroza, que trabalha para o canal privado Teleamazonas, afirmou hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). A ameaça obrigou Hinostroza a abandonar temporariamente seu programa "La Mañana 24 horas".

setembro 20, 2012 6:46 PM ET

Também disponível em
English, Español

Letras   |   Equador

Equador deve permitir que emissoras fechadas retomem suas transmissões

17 de julho de 2012 Fabián Jaramillo Palacios Diretor de Comunicações Superintendencia de Telecomunicaciones Edificio Matriz: 9 de Octubre 1645 (N 27-75) y Berlín Quito, Ecuador Prezado Sr Jaramillo, O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) está profundamente preocupado com o fechamento de pelo menos 11 emissoras desde maio....

julho 18, 2012 12:51 PM ET

Também disponível em
English, Español

Notícias   |   Equador

Fotógrafo é morto a tiros no Equador

Bogotá, Colômbia, 3 de julho de 2012 - O fotógrafo equatoriano Byron Baldeón foi assassinado a tiros no domingo em frente a sua casa em El Triunfo, aproximadamente 60 quilômetros ao norte da cidade de Guayaquil. O fotógrafo havia se tornado testemunha em um processo criminal envolvendo suposta corrupção policial, segundo informações da imprensa.

julho 3, 2012 6:14 PM ET

Também disponível em
English, Español

abril 27, 2012 6:16 PM ET

Também disponível em
English, Español

Ataques contra a imprensa   |   Cuba, Equador, Nicarágua, Venezuela

Ataque à Imprensa em 2011: Ignorando o interesse público, mídia estatal privilegia fins políticos

Em alguns países latino-americanos, meios de comunicação estatais são usados não apenas para propaganda, mas como plataformas para desacreditar críticos, incluindo jornalistas. Governos investiram na construção de redes multimídia para promover suas agendas. Por Carlos Lauría.

fevereiro 21, 2012 4:58 AM ET

Ataques contra a imprensa   |   Equador

Ataque à Imprensa em 2011: Equador

O clima de liberdade de imprensa continuou em rápido declínio durante o governo do presidente Rafael Correa. Em setembro, um relatório especial do CPJ revelou que as políticas de Correa transformaram o país em um dos mais restritivos à imprensa em todo o hemisfério. Em março, Correa perpetrou uma ação por difamação contra executivos do El Universo, um dos principais e entre os mais críticos jornais do país. O caso, centrado em uma mordaz coluna de opinião condenando as atitudes de Correa em um impasse com a polícia durante um motim em 2010, resultou em sentenças de prisão e multas multimilionárias contra os executivos e um ex-editor. Eles foram libertados após recurso no final do ano. Outros funcionários do governo também usaram as arcaicas leis penais de difamação para tentar silenciar jornalistas. O presidente recorreu frequentemente a cadenas--discursos presidenciais que ocupam a programação de transmissão privada em todo o país--para desprestigiar jornalistas individualmente ou os meios de comunicação. Apesar de as cadenas terem sido tradicionalmente usadas para dar informações em épocas de crise, tornaram-se um fórum de confrontação política sob o mandato de Correa. A administração usou outras táticas para suplantar vozes independentes e impor sua própria perspectiva, frequentemente obrigando emissoras a ceder parte dos noticiários para "réplicas" do governo. Em um referendo realizado em maio, eleitores aprovaram iniciativas que permitiriam à administração regular o conteúdo noticioso em áreas vagamente definidas e obrigaria proprietários de meios de comunicação a desfazer-se de participação ou posse de outras empresas.

fevereiro 21, 2012 4:55 AM ET

Notícias   |   Equador

Executivo de meios de comunicação equatoriano sentenciado à prisão por difamação

Nova York, 28 de dezembro de 2011- O diretor do jornal Hoy, de Quito, foi condenado por uma acusação de difamação devido a artigos que se referiam à influência política de um bancário equatoriano, que é parente do presidente Rafael Correa, segundo as informações da imprensa local.

janeiro 3, 2012 12:05 PM ET

Também disponível em
English, Español

« 2011 | 2013 »