Go »
  Go »

México

2013



O conflito na Síria, um aumento no derramamento de sangue no Iraque, e a violência política no Egito responderam pelo elevado número de jornalistas mortos em serviço em 2013. Um relatório especial do CPJ por Elana Beiser

Esta imagem fornecida pelo Aleppo Media Center mostra sírios ajudando um homem ferido no local de um ataque aéreo do governo em Aleppo, em 17 de dezembro. Cidadãos jornalistas foram vitais para documentar mortes e destruição no conflito. (AP / Aleppo Media Center)

Nova York, 6 de setembro de 2013 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) está indignado com a decisão de um juiz mexicano de rejeitar as acusações contra Marco Quiñones Arturo Sánchez, um dos pistoleiros implicado na tentativa de assassinato em 1997 de J. Jesús Blancornelas, fundador e ex-editor do semanário Zeta, de Tijuana. Os editores do Zeta disseram ao CPJ que foram informados da decisão na segunda-feira.

Cidade do México, 18 de julho de 2013 - As autoridades mexicanas devem realizar uma investigação completa e transparente sobre o assassinato do repórter que cobria criminalidade cujo corpo foi encontrado na quarta-feira na Cidade de Oaxaca, capital do estado de Oaxaca, declarou hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ). Alberto López Bello foi severamente espancado e baleado, disseram ao CPJ funcionários do governo.

Cidade do México, 25 de abril de 2013 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) se une a jornalistas do diário mexicano Vanguardia para solicitar às autoridades uma investigação completa e eficaz sobre o assassinato do fotógrafo Daniel Martínez Balzadúa.

Cidade do México, 22 de abril de 2013 - O Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ) insta as autoridades mexicanas a investigar completamente o desaparecimento do jornalista Sergio Landa Rosado no estado de Veracruz. Landa, que cobre a editoria de polícia para o jornal local Diario Cardel, está desaparecido desde janeiro, segundo as informações da imprensa.

Cidade do México, 17 de abril de 2013--A revista mexicana de circulação nacional Proceso noticiou terça-feira que tomou conhecimento de um complô de funcionários do governo de Veracruz contra a integridade do jornalista Jorge Carrasco, que tem reportado extensivamente sobre o assassinato da correspondente da revista no estado. O Comitê para a Proteção dos Jornalistas insta as autoridades a investigar completamente as supostas ameaças e garantir a segurança de Carrasco. 

Cidade do México, 5 de março de 2013 - As autoridades mexicanas devem identificar o motivo do assassinato de um editor de site de notícias no estado de Chihuahua e garantir que os autores serão levados à justiça, declarou hoje o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

Repórteres não podem informar ao público que o crime organizado assumiu o controle do estado mexicano Por Mike O'Connor

(AFP/Guillermo Moreno

« precedente: 2012 | seguida: 2014 »

  Go »

Tamanho do texto
A   A   A
CONTATO

Américas

Coordenador sênior do Programa:
Carlos Lauría

Pesquisador Associado:
Sara Rafsky

clauria@cpj.org
SRafsky@cpj.org

Tel: 212-465-1004
Ramais 120, 146
Fax: 212-465-9568

330 7ª Avenida, 11 º andar
Nova York, NY, 10001 Estados Unidos

Categorias recentes